AO VIVO
Menu
Busca terça, 28 de setembro de 2021
Busca
Belo Horizonte
32ºmax
18ºmin
Correios Celular - Mobile
Cidades

Justiça mantém internação de adolescente que matou amiga com tiro no rosto

REVISÃO DA PENA

03 agosto 2021 - 20h00Por Fernanda de Souza Pires
Justiça mantém internação de adolescente que matou amiga com tiro no rosto
A Justiça de Mato Grosso manteve por mais seis meses a internação da menor de 15 anos que atirou e matou a amiga Isabele Ramos Guimarães com um tiro no rosto no ano passado. A adolescente está detida desde janeiro deste ano.
 
A decisão foi determinada pelo juiz da 2ª Vara da Infância e Juventude de Cuiabá, Túlio Duailibi Alves de Souza, na tarde de segunda-feira (2). O processo corre em segredo de Justiça.
 
A garota foi condenada a pena máxima de 3 anos de internação, e a pena é revista a cada seis meses. 
 
Isabele foi morta com um tiro no rosto no dia 12 de julho de 2020, na casa da colega, no mesmo condomínio que também morava. 
 
A tragédia aconteceu quando o pai da atiradora, o empresário Marcelo Cestari, pediu que a filha guardasse uma arma que foi trazida pelo genro, de 17 anos, no quarto principal, no andar de cima.
 
 
 
No caminho, porém, a garota desviou e seguiu em direção ao banheiro de seu quarto, ainda carregando a arma. Lá, ela encontrou Isabele, que acabou sendo atingida pelo disparo da arma.
 
No laudo, a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) apontou que a adolescente estava com a arma apontada para o rosto da vítima, entre 20 a 30 centímetros de distância, e a 1,44 m de altura.