AO VIVO
Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Belo Horizonte
28ºmax
16ºmin
Correios Celular - Mobile
Cultura

Depois de seis meses, Museu do Amanhã reabre ao público

Instituição teve paralisação nas atividades por causa de pandemia

06 setembro 2020 - 09h10Por Jennifer Vargas*

O público no Rio de Janeiro já pode visitar novamente o Museu do Amanhã, localizado na Praça Mauá, zona portuária da cidade. Fechado desde março por causa da pandemia do Covid-19, a instituição volta às atividades de quinta à domingo, das 10h às 17h.

Para manter a segurança e evitar a propagação do vírus, funcionários medirão a temperatura na entrada e também exigirão o uso de máscaras. Além disso, serão disponibilizados totens de álcool em gel e tapetes sanitizantes e higienização constante dos equipamentos em área comum.

O número de visitantes também será reduzido, apenas 300 por hora e com venda de ingressos, no valor de R$ 26, feita somente online e validada em totens, para evitar filas e aglomerações.

Com o período de paralização, estima-se que a instituição tenha tido um prejuízo milionário, segundo Ricardo Piquet, diretor-presidente do IDG, instituto que faz a gestão do museu.

“Por causa da pandemia, o Museu do Amanhã deixou de arrecadar cerca de R$ 6 milhões em 2020, com as perdas de bilheteria, aluguel para eventos e aluguel de loja, restaurante e café. Ainda assim, mantivemos as operações de segurança, limpeza e manutenção, além de criar uma programação online para manter a conexão com o nosso público e atualizar a exposição de longa duração”, explicou o executivo.

*Com informações da Agência Brasil